noticia
21/07/2018 - 06:53
Tamanho da Fonte
 
 
Exposul vai sediar uma etapa do Circuito Genética do Mato Grosso 1ª GenaPec Rondonópolis - Exposição de Melhoramento Genético.
A GenaPec é uma exposição de animais participantes do Programa de Avaliação Genético chancelado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- MAPA, a ser classificado até 20% o Zebu pelos programas ANCP, Cia de Melhoramento, Conexão Delta G, Genepluz, PMGZ e PAINT. Até 50% o Senepol contemplado pelo Geneplus, e Pampaplus para Hereford e Braford. Esta, porém, relacionada a busca pelo melhoramento da genética animal, visando a melhor qualidade de carcaça, carne e acabamento final do rebanho, além da comercialização de sêmen e de touros.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

 

Com a Genapec, a Exposul busca trazer para Mato Grosso, estado com o maior rebanho Nelore do país - 30 milhões de cabeças, o que se tem de melhor na Expo Genética. A proposta é buscar pelo melhoramento genético em gado de corte, CEIP, LA e PO, considerado um gargalo em Mato Grosso, pois ainda há grande deficiência na prática, em relação ao potencial apresentado pelo estado.

 

A escolha por Rondonópolis, para sediar uma das etapas se deu frente ao fato de que a cidade é considerada polo de uma importante região fornecedora de genética para o Estado de Mato Grosso, além de cidades de outros estados brasileiros.

 

A etapa de Rondonópolis envolve cinco pilares

 

O primeiro pilar é o leilão Quality, que acontece no sábado (05), com bezerros e PO e bezerras de corte. O segundo é o julgamento a campo de animais de 7 a 30 meses, machos com registro genealógico nas categorias Puro de Origem – PO, e fêmeas com registro genealógico nas categorias PO e Livro Aberto – LA, com pais conhecidos, Nelore e Nelore Mocho, com documento de Registro Genealógico de Nascimento- RGN, ou Registro Genealógico Definitivo – RGD. O julgamento a campo é uma ferramenta de avaliação visual de animais Nelore e Nelore Mocho geneticamente superiores e criados a campo.

 

Já o terceiro é o julgamento em pista – que são os animais de baia e argola que vem para o julgamento e participam do ranking estadual e nacional, com adesão de criadores de outros estados.

 

O quarto pilar é a Genapec – que envolve dois dias de exposição e genética de animais na prática com palestras. E o quinto pilar, que são o terceiro e quarto dias (09 e 10), da Agropec voltados para a pecuária. Nestas datas, a Nelore e a Acrimat – Associação dos Criadores do Mato Grosso, e a Genapec estarão envolvidos com palestras, expositores e o que há de mais novo e melhor dentro do melhoramento genético para passar aos produtores.

 

“O grande ganho dessa feira genética é a troca de informações e experiências. Um produtor precisa conhecer o que acontece na fazenda de outro, assim conseguimos atingir o melhoramento genético”, afirma Márcio Vinícius Ribeiro de Moraes– membro da Comissão de Pecuária do Sindicato Rural de Rondonópolis.

 

Vão participar da realização da GenaPec as grandes centrais de inseminação, patrocinadores de sêmen e de materiais para inseminação de transferência de embrião, além é claro, de vários patrocinadores que trarão para a feira o que há de melhor em informação, equipamentos, técnicas e experiências. Cerca de 200 animais estão sendo aguardados para a feira.

 

A primeira Genapec em Rondonópolis será coordenada pela empresa Pecus, presidida por Ana Elisa. Em parceria com o sindicato rural. A proposta é fazer da 45ª Exposul, um marco na pecuária e na genética do sul de Mato Grosso.

 

Esta é a grande oportunidade que o criador e produtor têm para trazer pra dentro do parque o que há de melhor de genética de cria em seu rebanho. Para participar o animal precisa estar inserido em algum Programa de Melhoramento Genético, sendo Zebu até top 20% e Senepol até top 50%.

 

A grade de palestras com temas focados na informação técnica de qualidade vai beneficiar os produtores de carne bovina, além de facilitar o acesso de todos envolvidos na cadeia produtiva.

 

“A partir dessas informações o produtor terá oportunidade de melhorar seu desempenho dentro da porteira, atingindo as necessidades de ganho de peso, precocidade sexual, incremento na taxa de fertilidade, maior quantidade de arrobas produzidas na mesma área, além da precocidade de abate, escolha correta de futuros touros e matrizes que atendam o objetivo de produção. O produtor vai saber como aplicar no dia a dia as técnicas de melhoramento genético com menor custo, garantindo maior ganho”, enfatiza Sérgio Masiero, membro da Comissão de Pecuária do Sindicato Rural.
Fonte: SINDICATO RURAL / EXPOSUL Assessoria de Imprensa.- Izabel Torres

     


 
» Últimas Notícias
18/07/2018 - Diálogo com Sachetti avança e deputado deve ser vice de Taques com Selma e Leitão ao Senado, O deputado federal Adilton Sachetti (PRB) deve recuar de - Mesmo tendo garantido anteriormente que caso não fosse candidato ao Senado não seria candidato a mais nada, Sachetti assumiu a possibilidade de recuo por conta da falta de espaço nas chapas com quem buscou aliança. Inicialmente, o deputado havia firmado acordo com o DEM para ocupar a segunda vaga ao Senado pelo grupo. A primeira é de Jayme Campos. No entanto, com a vinda de Carlos Fávaro (PSD) para o bloco e a já garantida colocação de Otaviano Pivetta (PDT) na vice-governadoria, Sachetti ficou sem espaço.
18/07/2018 - Uma reunião, quase que emergencial, definiu que o Partido Progressista (PP) estará lado a lado com o pré-candidato Wellington Fagundes (PR) na disputa - PP confirma apoio a Wellington Fagundes ao governo mesmo com saída do MDB, Uma reunião, quase que emergencial, definiu que o Partido Progressista (PP) estará lado a lado com o pré-candidato Wellington Fagundes (PR) na disputa ao cargo de governador nas eleições deste ano.
18/07/2018 - O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como ‘Dr. Bumbum’, continua foragido da Justiça, assim como a sua mãe, Maria de Fátima Barros Furtado. - “Ajude a polícia do Rio. Portal pede informações sobre investigados pela morte de uma mulher submetida a um procedimento estético”, diz parte do texto escrito no cartaz. A recompensa é de R$ 1 mil. Além disto, o Disque Denúncia também garante o anonimato. Os números são: (21) 9 8849-6099 ou (21) 2253-1177.
18/07/2018 - Estamos quase lá, Rondonópolis! Simbora! \o/,O show que vai fechar a 46ª edição da Exposul com chave de ouro é de virar a madruga, galera! No Baile do - O show que vai fechar a 46ª edição da Exposul com chave de ouro é de virar a madruga, galera! No Baile do Dennis, a noite é uma criança e a galera faz a festa até amanhecer. Preparados?