noticia
19/02/2018 - 18:52
Tamanho da Fonte
 
 
Riva embolsou R$ 1,5 milhão em propinas da trincheira do Santa Rosa, diz Silval

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Trincheira do Santa Rosa

Trincheira do Santa Rosa

Se você trafega pela região do Santa Rosa e aguarda pacientemente a retomada das obras da trincheia, talvez esta notícia te revolte. Em depoimento realizado ao Ministério Público Federal (MPF) o ex-governador do Estado revela que o ex-deputado Estadual José Geraldo Riva teria recebido R$ 1,5 milhão em propina das obras da trincheira na avenida Miguel Sutil.

Leia mais:
Riva planejou assassinato em falso atentado para incriminar Silval, Maluf, Fabris e Savi, diz irmão de Silval


A declaração foi prestada em 16 de maio deste ano na sede da Procuradoria da República em Mato Grosso. Nela, Silval Barbosa resume em três linhas sua acusação: “O declarante esclarece que em relação às obras realizadas no Trevo do Santa Rosa, também obra do DNIT, o ajuste de 'retorno' foi realizado entre José Riva e a empresa Camargo Campos, no valor de R$ 1.500.000,00. Nada mais a declarar”.

A obra foi iniciada em abril de 2013 e tinha prazo para ser finalizada em 360 dias, ou seja, a conclusão era prevista para os primeiros meses de 2014 a fim de que a estrutura fosse utilizada durante a Copa do Mundo.

Três anos após o fracasso da Copa e com a escancarada corrupção que ela oportunizou, a Trincheira Santa Rosa encontra-se com obras paradas, embora 89,9% dela já esteja executada.

Em 2013, a Ster Engenharia deixou de tocar os serviços no local. Com isto, a Camargo Campos assumiu a execução, mas os trabalhos foram novamente paralisados em junho de 2016, após a empresa ter decretado falência.

O valor inicial do contrato é de R$ 23,5 milhões.

Com 520 metros de extensão, a construção da trincheira faz parte das obras de intervenção de travessia urbana e irá contribuir para melhor fluxo de trânsito nos bairros que compreendem a região. Ela segue da rotatória do Centro de Eventos do Pantanal até a proximidade da Procuradoria Fiscal do Município. Pelo local trafegam entre 13 e 15 mil veículos no horário de pico.

Fonte: http://olhardireto.com.br/

     

 
» Últimas Notícias