noticia
23/09/2018 - 11:55
Tamanho da Fonte
 
 
Silval trocou prioridade em área de garimpo por obras no MT Integrado, Em troca de contratos com o programa MT Integrado, o governador Silval Barbosa
Ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes era sócio de Silval Barbosa

Ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes era sócio de Silval Barbosa

Em troca de contratos com o programa MT Integrado, o governador Silval Barbosa conquistou a prioridade na compra de uma área de garimpo com 3 mil hectares, em Nossa Senhora do Livramento. O dono da área também era proprietário da Construtora Enza, que tinha interesse no programa.

Leia mais:
Silval usou propinas do 'MT Integrado' para comprar fazenda de R$ 18 milhões com José Riva


“Frederico”, assim nomeado pelo ex-governador, foi procurado por Silval para tratar do negócio. Ficou acertado que Silval e seus sócios, entre ele o ex-prefeito Mauro Mendes, teriam prioridade na aquisição das terras. O negócio foi feito legalmente, exceto pelo fato de que a prioridade foi paga com a entrada na empresa no programa de pavimentação asfáltica.

Wanderley Faccheti Tores, Jose Lacerda (ex-secretário da Casa Civl) e Silval detinham 50% dos direitos do terreno. A outra metade pertencia a Mauro Mendes, atual prefeito de Cuiabá e Waldiney Mauro de Souza. A terra foi comprada com licença para a exploração do garimpo, e em seguida foi montada toda estrutura para dar início a garimpagem.

“A sociedade foi dissolvida, Mauro Mendes e Ney continuaram com a parte deles, sendo que o colaborador [Silval] e Vanderlei trocaram sua parte por 1200 hectares da mesma área (com potencial, mas sem licença), sendo que negociaram com Filadelfo trocando parte da área por uma planta montada e respectiva autorização para licença de lavra do subsolo.”, consta do termo da delação.

No caso em questão, Silval não imputa nenhuma ilegalidade aos demais citadas. Ele garante, ainda, que a terra foi comprada legalmente por todos os sócios. 

Fonte: http://www.olhardireto.com.br/juridico/noticias/exibir.asp?id=36655¬icia=silval-barbosa-trocou-prioridade-em-area-de-garimpo-por-obras-no-mt-integr

     

 
» Últimas Notícias
19/09/2018 - O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) ainda não julgou o registro de candidatura da juíza aposentada Selma Arruda (PSL), sendo que ela - O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) ainda não julgou o registro de candidatura da juíza aposentada Selma Arruda (PSL), sendo que ela é a única candidata ao Senado que ainda não teve o registro deferido. Uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina que todos os pedidos de registro devem ser julgados até 20 dias antes da eleição. Mesmo com este prazo já ultrapassado, o TRE-MT afirmou que a candidatura de Selma não deve ser prejudicada.
19/09/2018 - O governador Pedro Taques (PSDB) e a coligação “Segue em Frente Mato Grosso” foram condenados, pela Justiça Eleitoral, a pagar R$ 180 mil de multa pel - O governador Pedro Taques (PSDB) e a coligação “Segue em Frente Mato Grosso” foram condenados, pela Justiça Eleitoral, a pagar R$ 180 mil de multa pelo descumprimento para que retirasse uma propagando do Facebook do candidato, que continuava a utilizar a sigla do PRTB, excluído em decisão anterior do grupo tucano. A decisão é do juiz auxiliar de propaganda, Paulo Cézar Alves Sodré.
19/09/2018 - O juiz auxiliar da propaganda, Paulo Cezar Alves Sodré, negou o pedido do candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB), para que fossem excluídas duas tra - O juiz auxiliar da propaganda, Paulo Cezar Alves Sodré, negou o pedido do candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB), para que fossem excluídas duas transmissões (lives) que a juíza aposentada e também candidata Selma Arruda (PSL) fez em sua página no Facebook, onde ele teria feito críticas ao candidato. Uma decisão anterior já havia negado a Leitão direito de resposta, também relacionado a estas transmissões.
19/09/2018 - O desembargador José Zuquim Nogueira, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) suspendeu a decisão que condenou o vice-presidente da Assembleia Le - O desembargador José Zuquim Nogueira, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) suspendeu a decisão que condenou o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) a seis anos e oito meses de detenção pela suspeita do crime de peculato.
19/09/2018 - O senador Jayme Campos (DEM) segue líder isolado na corrida eleitoral pelo Senado e vê, à distância, a briga acirrada pela segunda vaga. Pesquisa Mark - O senador Jayme Campos (DEM) segue líder isolado na corrida eleitoral pelo Senado e vê, à distância, a briga acirrada pela segunda vaga. Pesquisa Mark realizada entre 14 e 17 de setembro em Mato Grosso e publicada em primeira mão por Olhar Direto revela que no cenário em que o eleitor é informado sobre o nome dos candidatos e pode apontar primeiro e segundo voto, o democrata totaliza a preferência de 33,7%, que representa mais que o dobro do segundo colocado.