noticia
19/08/2018 - 16:54
Tamanho da Fonte
 
 
O Ministério Público Estadual (MPE) ingressou com ação civil pública exigindo o afastamento imediato da prefeita de Juara Luciane Bezerra e do procura

Foto: Reprodução

Luciane Bezerra

Luciane Bezerra

O Ministério Público Estadual (MPE) ingressou com ação civil pública exigindo o afastamento imediato da prefeita de Juara Luciane Bezerra e do procurador-geral do município, Leonardo Fernandes Maciel Esteves. O MPE pede ainda a indisponibilidade de bens dos dois no valor de R$ 141 mil. Também foi processada a secretária de Finanças, Lúcia Marestone Fenerich.

Leia mais:
Ex-secretário Eder Moraes é condenado por corrupção passiva e peculato na Ararath


Em despacho proferido nesta quinta-feira (15), o juiz da 1ª Vara da Comarca de Juara optou por adiar a análise do pedido liminar e determinou a notificação dos requeridos para apresentação da defesa preliminar. O MPE recorrerá da decisão, visando a análise imediata da liminar.

Consta na ação proposta pelo órgão ministerial que o procurador-geral do município, com o aval da prefeita da cidade e da secretária de finanças, promoveu o desvio de recursos que deveriam ser restituídos ao erário. O montante, segundo o MPE, foi retirado dos cofres públicos de forma indevida para suposto pagamento de honorários de sucumbência, que são valores fixados pelo juiz a serem pagos pelo vencido ao advogado do vencedor em um processo judicial.

A fraude, segundo o MPE, foi concretizada em uma ação de saúde proposta pela Defensoria Pública do Estado em favor de um morador da cidade. Na ocasião, a Justiça determinou ao Estado de Mato Grosso e ao município de Juara que providenciassem o procedimento cirúrgico e tratamento médico necessário ao paciente. Ocorre que a decisão judicial não foi cumprida e, realizado o cumprimento de sentença, o juiz determinou o bloqueio de valores da conta do Estado de Mato Grosso.

No decorrer do tratamento, o paciente faleceu após a realização de um dos procedimentos cirúrgicos. Foi então, que o Hospital informou ao juízo que haveria um crédito a ser devolvido aos cofres públicos da saúde, remanescente do total bloqueado para custear o tratamento do paciente.

Conforme consta na ação, em vez de promover a restituição aos cofres públicos do valor bloqueado da saúde, o procurador-geral do município solicitou na ação judicial o depósito do montante na conta da Prefeitura de Juara, que era destinada aos recebimentos e pagamentos de honorários advocatícios. Em seguida, o procurador-geral do município realizou um pedido administrativo para que o valor fosse depositado integralmente em sua conta pessoal, sob a justificativa que seriam verbas de honorários advocatícios. O pagamento da despesa indevida, então, foi autorizado pela prefeita Luciane Bezerra e pela secretária de Finanças, mesmo sem qualquer sentença judicial que o justificasse.

“Embora considerado legal o recebimento de honorários de sucumbência por Procurador Municipal, in casu, não houve sentença condenando a parte vencida a pagar honorários de sucumbência ao Município de Juara. Pelo contrário, a parte vencida foi o Estado de Mato Grosso e o Município de Juara em ação de saúde proposta através da Defensoria Pública, logo, nunca haveria que se falar em pagamento de verbas de sucumbência a procuradores do Município”, diz um trecho da ação.

O MPE destaca, ainda, o fato do montante ter sido destinado exclusivamente ao procurador-geral, embora lei municipal garanta o pagamento de forma igualitária a todos os procuradores do Município.

Razões para o afastamento:

O MPE assevera que ambos respondem a outras ações judiciais, por improbidade administrativa, referentes a fraudes em licitações e, por consequência, desvio de dinheiro público.

Afirma, ainda, que na Promotoria de Justiça existem vários Inquéritos Civis em andamento que investigam fraude em licitações e contratações ilícitas na Prefeitura de Juara. Destaca a existência de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores, instaurada após a provocação do Ministério Público para adoção de providências em relação às infrações político-administrativas do Decreto-Lei nº 201/1967.

O outro lado:

Olhar Jurídico tentou contato telefônico com a prefeita de Juara Luciane Bezerra, bem como pelos telefones fixos (66) 3556-1164 e 66) 3556-9400, mas não foi atendido.

Fonte: www.olhardireto.com.br/juridico/noticias/exibir.asp?id=37704¬icia=mp-pede-afastamento-e-bloqueio-de-r-141-mil-de-luciane-bezerra-e-procurador-de-ju

     

 
» Últimas Notícias
15/08/2018 - Moradores do Sagrada Família protestam em “outdoor” por pavimentação asfáltica no bairro, Indignados com o descaso da Prefeitura de Rondonópolis com o - Moradores do Sagrada Família protestam em “outdoor” por pavimentação asfáltica no bairro, Indignados com o descaso da Prefeitura de Rondonópolis com o bairro, moradores do Sagrada Família colocaram um outdoor na cidade, com os dizeres “Quem nunca pagou IPTU tem asfalto, quem paga há mais de 30 anos vive na poeira”. O protesto é claro e se deve ao prefeito Zé Carlos do Pátio `escolher´ a região do Grande Conquista para pavimentação asfáltica, local onde os moradores foram colocados sem qualquer regulamentação há alguns anos.
15/08/2018 - Um assalto a uma imobiliária, localizada na avenida Marechal Dutra, na área Central de Rondonópolis-MT, ocorreu na manhã desta quarta-feira (15). Não - Um assalto a uma imobiliária, localizada na avenida Marechal Dutra, na área Central de Rondonópolis-MT, ocorreu na manhã desta quarta-feira (15). Não se sabe ainda a quantidade de elementos envolvidos na ação. As primeiras informações dão conta de que o local foi invadido por bandidos que munidos de arma de fogo, renderam os funcionários, entraram pedindo dinheiro e aparelhos celular. Não há informações sobre o que foi levado do local.
09/08/2018 - Jovem de 18 anos baleado em assalto será sepultado hoje, Será sepultado na manhã de hoje (9), no cemitério São João Batista (Mata Grande), o jovem Ede - Será sepultado na manhã de hoje (9), no cemitério São João Batista (Mata Grande), o jovem Eder Késsio Ramos de Almeida, de 18 anos, morto com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto na madrugada de ontem (8). O caso aconteceu no bairro Luz D’Yara, na residência dele, sendo que o irmão de Eder também foi baleado.
09/08/2018 - Após os dois dias de manifesto em frente à Prefeitura, entre ontem (8) e anteontem (7), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sispmur) infor - Após os dois dias de manifesto em frente à Prefeitura, entre ontem (8) e anteontem (7), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sispmur) informou que ainda poderá deflagrar uma greve da categoria nos próximos 30 dias, para tentar negociar com o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) a pauta de reivindicação dos servidores, que inclui o pedido de reajuste salarial dos servidores em 10%.
09/08/2018 - Começa hoje (9) mais uma edição do Rodeio da Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial do Sul de Mato Grosso (Exposul). Um dos eventos mais aguar - Começa hoje (9) mais uma edição do Rodeio da Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial do Sul de Mato Grosso (Exposul). Um dos eventos mais aguardados da Exposul, o rodeio promete muita emoção e terá como novidade a apresentação do humorista Garoto Juca, que irá interagir com o público nos intervalos das montarias.